Pastor diz que suspeito é um “lobo em pele de cordeiro”

 

Um homem identificado como Luiz Fernando Hauer, de 26 anos, foi preso neste domingo (24) acusado de furtar a Igreja Mundial do Poder de Deus, na Avenida Filinto Muller, em Várzea Grande.

Ele teria entrado na igreja alegando ser pastor e perguntou se poderia aguardar o início do culto.

Após entrar no local, o homem se aproveitou da distração das pessoas e furtou dois microfones avaliados em R$ 2 mil, segundo boletim de ocorrência.

De acordo com informações da Polícia Militar, o segurança da igreja desconfiou da ação e foi atrás do infrator, que após ser pego foi conduzido até o 4º da Polícia Militar de Várzea Grande.

“Ele entrou aqui com uma Bíblia nas mãos, falou que era evangélico. Ficou rondando. Quando a gente percebeu, viu que os microfones tinham sumido”, explicou o pastor Lucas Guimarães Silva Gomes.

Segundo o pastor, em princípio o rapaz negou ter furtado os objetos. Numa revista mais minuciosa, os policiais encontraram os microfones em um fundo falso da mochila.

“É um lobo em pele de cordeiro”, brincou o pastor

O homem foi detido e encaminhado para a Delegacia Central de Flagrantes,onde foi constatado que o rapaz já tinha passagem na polícia por porte ilegal de arma.

Igreja do Pastor Valdemiro Santiago

A Igreja Mundial do Poder de Deus é comandada pelo pastor Valdemiro Santiago e possui 4.500 templos em todo o Brasil e no mundo.

O líder possui patrimônio estimado em US$ 200 milhões, de acordo com ranking divulgado pela revista Forbes.

O pastor chegou a possuir uma fazenda em Mato Grosso, na região de Itiquira, avaliada em R$ 33 milhões.

Além disso, possui uma emissora de televisão e rádio, onde faz transmissão ao vivo dos cultos.

Fonte: www.midianews.com.br

 

Compartilhar